Competitividade

Boas práticas na alimentação animal

04/08/2016 |

O Código de Boas Práticas sobre a rotulagem de alimentos compostos para animais, pretende clarificar as exigências colocadas pela legislação europeia, fornecendo aos produtores uma informação mais correta, tendo em vista a escolha mais consciente dos alimentos que são fabricados e colocados à sua disposição.

Numa estratégia que passa pela ação, iniciativa e pro-atividade, no sentido de ajudar cada vez mais as empresas do Setor, a elaboração do Código foi da responsabilidade conjunta da FEFAC e do COPA-COGECA, tendo tido intervenção particular da IACA – Associação Portuguesa dos Industriais de Alimentos Compostos para Animais.

O documento pretende harmonizar as práticas em todos os Estados-membros da União Europeia, facilitando a interpretação aos operadores, designadamente agricultores, industriais e cooperativas, para além dos sistemas de controlo pelas autoridades oficiais.

Publicado no Jornal Oficial, recebeu um forte apoio do Comité Permanente das Plantas, Animais e Cadeia Alimentar (SCoPAFF), bem como o contributo dos Estados-membros, incluindo naturalmente Portugal, através da DGAV e da sua Divisão de Alimentação Animal.  

Pekka Pesonen, Secretário-Geral do COPA-COGECA salientou a importância do trabalho conjunto e a aposta na informação, harmonização de regras e procedimentos à escala europeia numa área tão importante para a produção animal. Por seu turno, Alexander Döring, Secretário-Geral da FEFAC, referiu a parte relativa às reclamações, sublinhando que o Código representa mais uma etapa no caminho para a transparência e inovação no setor da alimentação animal.

FIPA NOTÍCIAS