Indústria alimentar a crescer

Competitividade

Indústria alimentar a crescer

10/01/2017 |

A FoodDrinkEurope publicou recentemente o boletim económico relativo ao terceiro trimestre de 2016, onde faz uma análise ao volume de negócios, emprego e exportações da indústria alimentar, bem como aos produtos agrícolas e ao retalho.

No terceiro trimestre de 2016 verificaram-se crescimentos de 1% na produção e 1,5% no volume de negócios da indústria alimentar, em relação ao trimestre anterior. A comparação anual mostra que o volume de negócios apresenta um desempenho melhor que o total da indústria transformadora (1,7% vs. 0,3% em relação ao terceiro trimestre de 2015). O crescimento da produção da indústria transformadora excedeu ligeiramente a produção da indústria alimentar (1,4% versus 1% em relação ao terceiro trimestre de 2015).

Em relação ao emprego, verificou-se um aumento moderado de 0,2% no 3º trimestre, mantendo-se no entanto uma tendência de crescimento positivo, continuando, a longo prazo, a superar o crescimento médio do nível de emprego na indústria transformadora.

No que diz respeito ao comércio externo, as exportações extra-UE de produtos alimentares e bebidas atingiram 26 mil milhões de euros no terceiro trimestre de 2016 (3T 2016 / 3T 2015: + 4%), tendo o superavit comercial atingido 8,2 bilhões de euros. Os 5 principais produtos com maior participação no valor das exportações geraram 12,6 bilhões de euros (carne, bebidas espirituosas, vinho, laticínios, chocolate e confeitaria). As importações extra-UE de produtos alimentares e bebidas atingiram 17,8 mil milhões de euros (T3 2016 / T3 2015: -3,2%).

Para mais informações consultar o Boletim Económico – Q3 de 2016.

FIPA NOTÍCIAS