Consumidor

Alimentação saudável exige cooperação

31/07/2017 |

O Mercado de Alvalade foi o palco escolhido para o lançamento da Estratégia Interministerial para Promover a Alimentação Saudável, que teve lugar no dia 29 de julho num ambiente informal típico das manhãs de sábado.

A abertura ficou a cargo do Presidente da Junta de Freguesia de Alvalade, André Caldas, que se referiu à importância das autarquias na promoção de alimentação saudável junto das populações, tendo-se seguido Francisco George, Diretor-Geral da Saúde, que falou sobre o consumo excessivo de sal e sobre os seus substitutos, como por exemplo ervas aromáticas.

Pedro Graça, Diretor do Programa Nacional Para a Promoção da Alimentação Saudável, que destacou o esforço que a indústria tem feito para redução de açúcar nos alimentos, foi responsável pela apresentação do Relatório de 2016, onde se detalha pela primeira vez o estado nutricional da população idosa e se destaca que 14,8% dos indivíduos apresentavam risco de desnutrição e 1,3% estavam, efetivamente, desnutridos, dados que Pedro Graça considerou de grande relevância. Informou ainda que dia 31 de julho terá início o debate público sobre a Estratégia Interministerial para Promover a Alimentação Saudável.

O evento contou ainda com painéis de debate, tendo o primeiro sido composto por Fernando Araújo (Secretário de Estado Adjunto e da Saúde), Carlos Miguel (Secretário de Estado das Autarquias Locais) e Luís Vieira (Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação), tendo sobressaído a aposta no combate ao consumo excessivo de sal durante o ano de 2018.

As bloggers Isabel Zibaia Rafael e Raquel Fortes, dos blogs «Cinco Quartos de Laranja» e «It’s Up To You», respetivamente, foram as participantes do 2º painel onde se falou sobre a influência do digital na alimentação e de como promover uma alimentação saudável.

No painel moderado por Alexandra Bento, os chefs José Avillez, Justa Nobre e Nuno Queiroz Ribeiro explicaram como cozinhar pratos saborosos e saudáveis, refletindo as preocupações do sector da restauração.

Na sessão de encerramento, Fernando Araújo reforçou que a Estratégia Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável ficará disponível para consulta pública no último dia de julho, devendo todos os contributos ser remetidos até ao dia 15 de agosto de 2017.

FIPA NOTÍCIAS