Sustentabilidade

Desperdício Alimentar exige diálogo

09/08/2017 |

A Comissão Nacional de Combate ao Desperdício Alimentar (CNCDA), criada no final de 2016 (Despacho n.º 14202-B/2016, de 25 novembro), no âmbito da sua missão de “Promover a redução do desperdício alimentar através de uma abordagem integrada e multidisciplinar”, publicou recentemente, para discussão alargada na sociedade civil, a proposta de Estratégia Nacional de Combate ao Desperdício Alimentar (ENCDA) e o Plano de Ação de Combate ao Desperdício Alimentar (PACDA), desenvolvida a partir do trabalho das várias entidades que compõem a Comissão Nacional e da apreciação das várias iniciativas a nível nacional e internacional.

Tendo como visão, "combater o desperdício alimentar, uma responsabilidade partilhada do produtor ao consumidor", é proposta a implementação da estratégia tendo por base nove objetivos operacionais e 14 medidas que abrangem as diferentes vertentes integradas.

Encontra-se assim disponível um inquérito de suporte à consulta pública e de promoção do diálogo alargado e o acolhimento de sugestões importantes para a conclusão da Estratégia e do Plano. O prazo limite para resposta está fixado em 29 de setembro 2017.

O desperdício alimentar constitui uma preocupação crescente a nível mundial, tendo representado uma prioridade pública e política nos últimos anos. Ocorrendo em toda a cadeia de abastecimento alimentar - durante a produção, transformação e distribuição, nas lojas, nos restaurantes, nos estabelecimentos que fornecem géneros alimentícios preparados e nos domicílios - a sua quantificação e a definição de estratégias de combate, torna-se difícil e complexa.

FIPA NOTÍCIAS

Remova aqui o seu email