Nº 65 | 11 março 2022

Rapidez na atuação europeia

Pedro Queiroz | Diretor-Geral

Há duas semanas assistimos ao início de um conflito inimaginável na Europa do século XXI. As reações de condenação por parte das maiores instituições políticas, económicas e sociais foram prontas. A União Europeia uniu esforços imediatos para apresentação de um novo conjunto de medidas em resposta à agressão militar russa contra a Ucrânia, que se multiplicaram, desde a ajuda humanitária às sanções diretas à Rússia.

Nos últimos meses de 2021, o contexto inflacionista já era gravoso e com grande impacto nas empresas da indústria agroalimentar, mas este mais recente episódio está já intensificar esta tendência, registando-se uma subida abrupta das matérias-primas agrícolas (particularmente, cereais e oleaginosas) e dos custos energéticos, assim como disrupções nas cadeias de transportes, no acesso a fertilizantes e a materiais de embalagem.

Se até agora a Comissão Europeia tinha no centro das prioridades para o futuro a construção de “sistemas alimentares sustentáveis”, através da implementação da Estratégia “Do Prado ao Prato”, é tempo de concretizar esta intenção agora que a cadeia alimentar europeia enfrenta já uma conjuntura absolutamente preocupante.

Evidentemente, as ações ao nível do impacto ambiental, da circularidade e da segurança dos géneros alimentícios não devem ficar de lado, mas perante este conflito é urgente que a UE redefina o conceito de sustentabilidade e o recentre na segurança alimentar, ou seja, na garantia do abastecimento.

A extrema coordenação e a rapidez demonstradas pelos Estados-Membros no enquadramento político devem ser refletidas também numa atuação pronta para mitigar os efeitos deste conflito na cadeia alimentar e antecipar uma possível escalada do seu impacto e dos potenciais reflexos negativos no acesso das populações a alimentos.


FIPA analisa impacto do conflito

Competitividade

FIPA analisa impacto do conflito

O Presidente da FIPA analisa o impacto da invasão da Ucrânia pela Rússia, na indústria agroalimentar. Destaca o aumento de custos com matérias-primas e afasta cenários de racionamento.
Reformulação em destaque

Consumidor

Reformulação em destaque

A FoodDrinkEurope aborda o empenho da indústria agroalimentar europeia na reformulação nutricional, na recente edição da sua newsletter. Portugal está entre os destaques.


The Foodies regressam para premiar PME

Inovação

The Foodies regressam para premiar PME

A FIPA associa-se à FoodDrinkEurope no lançamento nacional da 2ª edição dos prémios europeus, que pretendem distinguir as micro, pequenas e médias empresas do setor agroalimentar.
Nova era para alimentação

Inovação

Nova era para alimentação

A Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO) apresenta relatório sobre as principais tendências e motores de desenvolvimento dos sistemas agroalimentares.