Nº 31 | 12 agosto 2020

Editorial

Pedro Queiroz | Diretor-Geral

Agosto é por norma mês de férias e de descanso. Mas neste ano atípico, e em que mergulhámos numa realidade sem precedentes, este será inevitavelmente um mês para reflexões estruturais, seja para as empresas, para os governos, para os políticos e para cada um de nós, enquanto cidadãos.

Facto é que a já conhecida contração de 16,5% do PIB, verificada no trimestre do confinamento face a período homólogo, revela o forte impacto da pandemia na economia portuguesa. Devemos começar por refletir sobre estes dados e olhá-los como um sinal de que esta é a altura de reforçar as apostas que, no período pré-pandemia, permitiram uma maior estabilidade económica. Ou seja, reforçar estratégias de sustentabilidade, acreditar na inovação e promover a competitividade.

Este foi, aliás, o caminho apontado pelo Conselho Europeu na definição do Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027 e reforçado pelo Parlamento Europeu que, embora considere este próximo orçamento comunitário como positivo, afirma que, no mesmo, as apostas em inovação, investigação e desenvolvimento devem ser intensificadas.

Na verdade, de um breve olhar sobre a indústria agroalimentar podemos afirmar que estas têm sido, exatamente, as balizas da sua atuação. Arriscamo-nos a dizer que, por essa razão, fomos e somos resilientes.

No entanto, estamos conscientes de que teremos maiores desafios pela frente, com a incerteza a definir o padrão da “nova normalidade”. Desta forma, é imperativo que o futuro breve nos traga pelo menos uma certeza: que podemos continuar a trabalhar num quadro de estabilidade regulatória e fiscal.

É, por isso, que a resiliência demonstrada pela indústria agroalimentar - e por toda a cadeia de abastecimento -, deve ser valorizada. Será valorizado, assim, o contributo ativo que, com esta necessária estabilidade, pode ter para a retoma económica e social.


Alimentação Animal em debate

Competitividade

Alimentação Animal em debate

As IX Jornadas de Alimentação Animal, promovidas pela IACA, são dedicadas ao tema “Do Prado ao Prato. O papel da Alimentação Animal”.
Um brinde à cerveja

Consumidor

Um brinde à cerveja

Celebrou-se, no passado dia 7 de agosto, o Dia Internacional da Cerveja e para assinalar a data foi lançado em Portugal o hino “Viva a Cerveja”.


Dieta Mediterrânica online

Inovação

Dieta Mediterrânica online

Está já online o novo site do Centro de Competências para a Dieta Mediterrânica, um fórum de conhecimento intersectorial, do qual a FIPA faz parte desde 2018.
FIPA apoia literacia alimentar

Consumidor

FIPA apoia literacia alimentar

FOODLIT-PRO é um projeto nacional sobre literacia alimentar que conta com o apoio da FIPA.


FOOD 2030 debate inovação

Inovação

FOOD 2030 debate inovação

O papel da pesquisa e da inovação na transformação dos sistemas alimentares são o foco da conferência anual “FOOD 2030”, organizada pela Comissão Europeia.
Indústria comprometida com biodiversidade

Sustentabilidade

Indústria comprometida com biodiversidade

Documento produzido pela FoodDrinkEurope agrega um conjunto de recomendações para implementação Estratégia de Biodiversidade da UE para 2030.


Recolha de PET chega ao milhão

Sustentabilidade

Recolha de PET chega ao milhão

Consumidores entregaram mais de um milhão de garrafas de bebida em plástico em troca de vales de descontos em grandes superfícies.
CIP otimista com acordo europeu

Competitividade

CIP otimista com acordo europeu

CIP congratulou-se com o acordo alcançado no Conselho Europeu, que atribui a Portugal 15 mil milhões para a recuperação pós COVID e 30 mil milhões no âmbito do QFP.