Consumidor

Alimentação consciente e informada

06/05/2021 |

Um conjunto de organizações dos setores agrícola, pecuário e agroalimentar lançou o manifesto “Por uma alimentação consciente em Portugal”. O objetivo é combater as “fake news” e esclarecer as responsabilidades e contributos da cadeia agroalimentar para a mitigação do impacto ambiental, a saúde e bem-estar animal e o bem-estar social.

Em comunicado, as entidades signatárias sublinham que “estes setores têm vindo a ser alvo de campanhas difamatórias que, como tal, faltam à verdade e chegam mesmo a transmitir informação contraditória à ação das entidades fiscalizadoras nacionais”.

Defendem, ainda, que “cada cidadão é livre de fazer as suas escolhas, nomeadamente as alimentares, mas para que essa escolha seja efetivamente livre, o consumidor tem de ser informado, para que possa fazer uma opção consciente”.

Para tal, deste manifesto az parte um agregado de informação sobre o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido por estes setores, por exemplo, nas áreas da emissão de gases de efeitos de estufa (GEE), contaminação ambiental, desflorestação, desenvolvimento do bem-estar social do país e da economia nacional.

Este manifesto é assinado por ANEB, ANIL, ANIPLA, ANSEME, APED, APEZ, APIC, APIFVET, CAP, CIP/FIPA, CONFAFRI/FENAPECUARIA, FILPORC, FPAS, IACA, OMV, PLATAFORMA SOCIEDADE ANIMAIS.

FIPA NOTÍCIAS

Remova aqui o seu email