Consumidor

Beira, Cister e Dão reconhecidos como IGP

02.11.2023 |

Os vinhos “Terras da Beira”, “Terras de Cister” e “Terras do Dão” foram reconhecidos “Indicação Geográfica Protegida – IGP” pela Comissão Europeia.

Produzido em vinhas plantadas entre os 300 e os 750 metros de altitude, o vinho regional da Beira Interior passa a ostentar a denominação IGP “Terras da Beira” nas variedades de vinho, vinho espumante e vinho frisante.

Também os vinhos “Terras de Cister”, ligados não só às características geográficas da região, mas também à instalação dos monges cistercienses na região no século XII, foram reconhecidos como “Indicação Geográfica Protegida – IGP” nas variedades tinto, branco e rosado.

Mais acima, no Dão, a Indicação Geográfica Protegida “Terras do Dão” passou a abranger o vinho e o vinho espumante conhecido por uma acidez equilibrada devido às condições de maturação das uvas: com verões quentes com grandes amplitudes térmicas diárias.

Graças a estes reconhecimentos, que traduzem o termo de um processo que exige a elaboração de um caderno de especificações, Portugal passa a ser o quinto país da União Europeia com mais de 210 indicações geográficas.

O pódio de IGP é composto, de acordo com dados divulgados em julho pela Comissão Europeia, por: Itália, França, Espanha e Grécia.

dados estatísticos

Exportações Indústria Alimentar (milhões de euros)

  • 679
  • 671
  • 647

Exportações 2023 - 2024

  • 664
  • 647

Subscreva a nossa newsletter

Acompanhe todas as novidades

Subscrever
Linkedin
mail