Sustentabilidade

Águas apostam na economia circular

12/09/2019 |

Associação das Águas Minerais e de Nascente de Portugal (APIAM) anunciou os compromissos assumidos pelo setor, tendo em vista o aumento da recolha de garrafas PET (polietileno tereftalato) e da utilização de PET reciclado.

Estes objetivos irão acelerar a mudança para um paradigma mais circular na economia portuguesa.

Todas as embalagens de águas minerais e de nascente utilizadas pelo sector em Portugal são 100% recicláveis, sejam em PET ou vidro.

Setor das Águas Minerais e de Nascente de Portugal considera necessário agir no sentido de aumentar drasticamente a recolha, a separação e a reciclagem das embalagens de PET. Esta abordagem vai permitir que estes recursos tão valiosos possam ser reutilizados e integrados em novas garrafas.

Os produtores de água mineral natural e de nascente acreditam que as garrafas PET devem ter direito a novas vidas e que a solução passa por uma cooperação mais estreita com todos os intervenientes, fomentando a circularidade deste material valioso.

Neste sentido, a associação Águas Minerais e de Nascente de Portugal, dando expressão ao Acordo Circular assinado com o Ministério do Ambiente anunciaram os seguintes compromissos, com efeitos a 2025:

  • Recolher 90% de todas as garrafas PET até 2025. Garantir a recolha de garrafas PET significa que as estas poderão ser usadas para produzir novas garrafas ou outros produtos.
  • Colaborar com os agentes do setor da reciclagem, de modo a utilizar 25% ou mais de PET reciclado (rPET) nas suas garrafas de água, até 2025. O objetivo é aumentar a utilização de rPET nas novas garrafas de água mineral natural e de nascente e assegurar um fornecimento sustentável de material reciclado de elevada qualidade.

FIPA NOTÍCIAS

Remova aqui o seu email